Ao todo, foram comercializados 14.502 veículos no período.

A Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) divulgou que os emplacamentos de caminhões apresentou crescimento de 13,84% na comparação com março. Segundo os números, foram licenciadas 14.052 unidades em abril, contra 12.344 veículos no mês anterior.

Em relação ao mesmo período do ano passado - quando foram negociadas 10.845 unidades - o setor também registrou crescimento de 29,57%. No acumulado do ano, o crescimento foi de 1,04% contra igual período de 2012.

Já no segmento de implementos rodoviários foi verificado um incremento de 18,49% nas vendas. Em abril, foram vendidas 6.243 unidades, contra 5.269 em março. Em relação a abril do ano passado (4.463 unidades), o segmento cresceu 39,88% em unidades emplacadas, chegando a um aumento de 26,72% no acumulado de 2013 contra igual período de 2012.

No mercado geral foi verificado um crescimento de 16,27%, totalizando 489.730 unidades comercializadas, contra as 421.187 emplacadas em março. No acumulado do ano, o setor emplacou 1.710.420 unidades e apresentou crescimento de 0,82% comparado ao mesmo período de 2012, quando o setor registrou 1.696.444 unidades comercializadas.

Fonte: Portal O Carreteiro, http://www.ocarreteiro.com.br, acessado em: 07/05/13.

 

Leia mais:-Emplacamento de Caminhões Cresce 13,84% em Abril.

 

Medidas começaram a valer no último domingo (24) e deram certo.
Caminhões terão que agendar horário para descarregar nos terminais.

A rodovia Cônego Domênico Rangoni, em Guarujá, no litoral de São Paulo, passou a ter novas regras de tráfego desde o último domingo (24). Para dar maior fluidez ao trânsito, é feita uma espécie de triagem antes de os caminhoneiros chegarem à rua do Adubo e, quem chegar ao terminal para descarregar antes do horário marcado, terá que retornar. A medida já amenizou o trânsito que flui normalmente na manhã desta segunda-feira (25).

Os resultados dessas novas medidas já começaram a serem vistos no domingo. Para os caminhoneiros as mudanças só trouxeram benefícios. Com a rua do Adubo livre, a rodovia Cônego Domênico Rangoni voltou a fluir. Desde as primeiras horas deste domingo um bloqueio é feito duzentos metros antes dos caminhões entrarem na rua. O acesso ao porto só é permitido para quem tem um cartão com o nome do terminal onde vai descarregar. Com esta medida, só as carretas que estiverem agendadas vão entrar na rua do Adubo.

Segundo o coordenador de trânsito portuário Adenilson Lima da Silva, quem não tiver agendamento será obrigado a seguir viagem. ”O que vai resolver são as obras da perimetral, são as outras medidas futuras que serão tomadas, mas essa condição faz com que minimize mais a fila aqui na rodovia”, afirma Adenilson.

Com a nova regra, os caminhoneiros são obrigados a parar em um pátio em Cubatão. Depois do descanso eles são chamados pelo terminal e só então recebem o cartão de acesso. As mudanças já ajudaram os carreteiros da região. Na semana passada eles ficavam o dia inteiro para fazer duas viagens entre Santos e Guarujá. Neste domingo, o serviço rendeu. “Agilizou e muito. Na situação que estava não era possível”, reclama o caminhoneiro Emerson José Pires.

Como funciona com a nova regra
A faixa da esquerda vai ser destinada aos veículos de passeio, a da direita aos caminhões que carregam contêineres e o acostamento aos que transportam grãos. Outra novidade será a identificação dos caminhões, logo que deixarem os pátios reguladores todos que seguirem a um dos quatro terminais graneleiros, na margem esquerda do porto, devem ter uma placa no painel.

O caminhoneiro que seguir para o terminal TGG terá a cor vermelha, amarela para o TEG/TEAG, branca para a Termag, e verde para o Cutralle. Cerca de 200 metros antes da rua Adubo, de acordo com a sua identificação, o caminhão será direcionado para o terminal de destino. Quem não tiver a placa, significa que não fez o agendamento para o descarregamento e não será liberado para seguir adiante.

Mais de dez mil panfletos com essas informações serão distribuídos aos terminais e às transportadoras que vão alertar os caminhoneiros. A operação tem como objetivo descongestionar a entrada e a saída de todos os terminais e permitir que cada um receba a carga de acordo com a sua capacidade.

Fonte: G1 - Santos, http://g1.globo.com, acessado em: 25/03/13.

Leia mais:- Novas regras amenizam o trânsito na rodovia Cônego Domênico Rangoni.

 
Neste último sábado, dia 16, a Transportes Rodoviários AJR e AJR Logística mobilizaram a equipe administrativa e operacional em um treinamento intensivo na Matriz em Praia Grande. Os participantes tiveram a oportunidade de reciclar o conhecimento e tirar dúvidas com o Técnico da Suatrans Cotec. O conteúdo oferecido garantiu uma reciclagem mais completa considerando a legislação sobre a categoria, segurança pessoal e patrimonial, qualidade no serviço e meio ambiente. Ações preventivas e maior empenho na realização de check-list bem como na verificação periódica de equipamentos de proteção individual e kit de emergência dos veículos.
 
 
 
Os integrantes do treinamento puderam ainda rever as classes de risco, simbologia empregada e atribuições ao profissional motorista. Para dar ainda mais impacto no cotidiano da equipe foi realizado um simulado no período da tarde com uma situação e ações reais desencadeadas pelo cenário criado.
 
O simulado baseiou-se no seguinte cenário: Colisão entre veículo da AJR e um veículo leve ocasionando vazamento de produto de sigla VAM (ACETATO DE VINILA MONÔMERO). Com os acontecimentos foi possível exercitar o procedimento de acionamento do Plano de Atendimento a Emergência e ver na prática as ações corretas a serem tomadas. Tudo sob a orientação da equipe da Suatrans que pode demonstrar seu profissionalismo e trabalho diante dos nossos colaboradores.
 
 
Segundo o motorista Saul a realização do treinamento foi muito bacana, pois foi possível atualizar o conhecimento e reforçar o procedimento em caso de emergência. Tudo compartilhado com nossos colegas de trabalho e equipe administrativa, o que nos dá maior motivação.
 
Agradecemos o empenho da SUATRANS COTEC e além de cumprir o dever para com o SASSMAQ ficamos felizes em proporcionar o conhecimento para nossos colaboradores, destacaram os Diretores Ronaldo e Anderson do Grupo AJR.

Leia mais:- Treinamento e Simulado mobilizam equipe da AJR.

 

 

A Polícia Rodoviária Federal está lançando um disque-denúncia para tentar combater os roubos e furtos de cargas, que ocorrem no país. Só na Região Metropolitana de Curitiba, são registrados, em média, quatro casos por semana.

Uma das vítimas dos ladrões lembra que o roubo da carga avaliada em R$ 200 mil que ele transportava começou em um posto de combustíveis, perto de outros colegas que também estavam parados no local, às margens da BR-116. “Assim, não dá para parar em nenhum lugar e se tiver que viajar, não pode parar”, afirma o motorista.

A PRF explica que nas ações, os motoristas são geralmente rendidos e levados para locais ermos, onde a carga é levada pelos criminosos. Mas há outras técnicas, como jogar óleo na pista, para provocar o tombamento da carga.

Desde o início de 2013, já foram presas quatro quadrilhas suspeitas de cometer roubos no estado, mas a polícia ainda procura por outro grupo. Pelo telefone (41) 3676-1602, ou pelo e-mail, qualquer pessoa pode avisar os policiais rodoviários caso encontre alguma situação suspeita na BR-116. A PRF garante o anonimato de quem fizer denúncias.

Fonte.: G1

 

Leia mais:- PRF lança disque-denúncia para combater roubo de cargas na BR-116.

 

BRASÍLIA - A presidente Dilma Rousseff deve anunciar até o fim do mês um conjunto de medidas que inclui uma linha de crédito subsidiado de quase R$ 30 bilhões para financiar investimentos das empresas em inovação e pesquisa. Os recursos serão direcionados a seis setores produtivos, e a linha estará aberta até o fim de 2014.

No pacote, o governo também vai anunciar a criação da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), que será responsável pela intermediação das empresas com os institutos tecnológicos federais, e de um "Observatório da Inovação", que vai acompanhar o avanço da pesquisa e desenvolvimento (P&D) no País.

Além disso, o governo deve estender às empresas optantes do programa Simples Nacional os benefícios tributários previstos na Lei do Bem, que reduz impostos para empresas que apliquem em P&D e registrem patentes.

A meta geral do novo pacote do governo é elevar, até o fim de 2014, os investimentos gerais (públicos e privados) do País em inovação para algo como 2% do Produto Interno Bruto (PIB). Hoje, o investimento em inovação é de 1,4% do PIB. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo. 

Fonte: O Estado de S.Paulo, http://economia.estadao.com.br, acessado em: 06/02/13.

Leia mais:- Governo anunciará pacote de R$30 bi à inovação.

 
www.vozvodimdom.com